indicetj.com 

Índice direcionando para mais de 800 artigos críticos sobre as Testemunhas de Jeová!

 

 
 

Luciano, lucianosena30@hotmail.com

 

Corpo governante beneficiou-se de raciocínio apóstata como alimento apropriado às Testemunhas de Jeová!

 

Era próximo do fim do ano de 2003. Eu servia ao 'corpo governante' - isto é, a liderança das Testemunhas de Jeová - como pioneiro regular e servo ministerial. O intenso trabalho de porta em porta me proporcionou vários estudos para dirigir. Dois desses estudos me colocaram de frente com debates bíblicos exaustivos. Eram seguidores de uma ala radical dos Adventistas do Sétimo Dia. Eu me aprofundei naquilo que a organização Torre de Vigia tinha publicado sobre assuntos que se relacionavam com a doutrina adventista, em especial, o sábado. Como toda testemunha fiel faria, procurei no Índice de Publicações da Torre o que a liderança havia publicado a fim de enriquecer meu arsenal doutrinário para convencer meus estudantes a abandonarem o erro adventista e se tornassem TJs, isto é, Testemunhas de Jeová.

Entretanto, um artigo que encontrei na revista A Sentinela 15/06/97, páginas 25-29, causou um impacto em minha confiança no corpo governante - grupo de homens que define as crenças das TJs. Tratava-se de um assunto muito peculiar dos adventistas. Uma doutrina intitulada pela teologia adventista como ‘Juízo Investigativo’. (ver artigo) Esse artigo desencadeou posteriormente uma sucessão de problemas. Assuntos e dúvidas que não saiam da minha cabeça ganharam força. Um desses era minha preocupação com respeito a classe ungida. Em busca de esclarecimento, em dezembro de 2004, escrevi para a Torre. (ver carta)

Eu estudei o artigo da revista e dei cópias para ‘meus estudantes’. Devo ainda reconhecer que o artigo percorre de forma clara a doutrina adventista do Juízo Investigativo e faz uma análise crítica de teor respeitável e substancial. Eles ouviram argumentos que causaram dificuldades para continuarem com a doutrina adventista de 1844. Mas, ao mesmo tempo, eu me dei conta que o artigo lançava base suficiente para destruir a defesa torrecrata da doutrina de 1914! Considere:

  • Tendo em vista que a doutrina dos Adventistas de 1844 é abalada pelo argumento que o contexto de Daniel 8:14 não alicerça e nem permite a interpretação adventista, considerando como uma "interpretação ilha", então, de igual modo, 1914 não se apoia em nada no contexto de Daniel 4:22!

  • Tendo em vista que a doutrina adventista é abalada pelo ausência elo linguístico entre Levítico, Daniel e Hebreus, então, de igual modo, a doutrina de 1914 também o é posto que carece de qualquer elo linguístico entre Daniel, Mateus e Apocalipse!

Daniel 8:14

"Ele me disse, pois: 'Até duas mil e trezentas noitinhas [e] manhãs; e [o] lugar santo certamente será levado à sua condição correta.'"

 

Daniel 4.22

"és tu, ó rei, porque te tornaste grande e ficaste forte, e tua grandiosidade cresceu e atingiu os céus, e teu domínio, a extremidade da terra."

 

Mas não foi isso que me levou a escrever este artigo.

Bem, repare que entre os teólogos citados pelo corpo governante, estão:

 

Desmond Ford

Queira notar que, sobre ele, a revista esclarece, ao pé da página 26:

"O Dr. Ford era professor de religião no Pacific Union College, patrocionado pela Igreja, nos EUA. Em 1980, a liderança dos ASD lhe deu uma licença de seis meses para estudar a doutrina, mas rejeitou suas conclusões. Ele as publicou no livro Daniel 8:14, the Day of Atonement, and the Investigative Judgment (Daniel 8:14, o Dia da Expiação e o Juízo Investigativo)."

Portanto, Desmond Ford é um opositor/apóstata ao ensino oficial adventista.

 

 
Anthony A. Hoekema

O teólogo é citado na página 26.

Naturalmente, Hoekema também é contrário ao ensino Adventista.

Mas, cadê a origem da citação de Hoekema? Por que foi omitida?

 

Antes de tratarmos destas perguntas, uma curiosidade:

Para "ajudar" aos Adventistas, citando estes dois estudiosos, a Torre constrói parte de seu artigo sobre raciocínios apóstatas. Assim, o corpo governante leva aos adventistas argumentação de opositores! O que tem isso de mais? Bem, leitor, preste atenção nesta declaração do corpo governante:

"É um engano pensar que você precisa ouvir os apóstatas ou ler as publicações deles para refutar seus argumentos. O raciocínio deturpado e venenoso deles pode causar dano espiritual e contaminar a sua fé como uma gangrena que se espalha rapidamente. (2 Timóteo 2:16, 17) Em vez disso, imite o tratamento que Deus dá aos apóstatas. Jó disse a respeito de Jeová: “Nenhum apóstata entrará diante dele.” — Jó 13:16." - Fonte: A Sentinela 15/02/04, página 28.

Aqui, o corpo governante desaprova que uma Testemunha de Jeová ouça ou leia a argumentação de opositores. Porém, o corpo governante desaconselha isso apenas para os membros Testemunhas de Jeová. Para os de outras religiões, eles fazem exatamente o que condenam acima! No caso dos Adventistas, ao citarem estes críticos, o corpo governante faz questão de usar "o raciocínio deturpado e venenoso deles pode causar dano espiritual e contaminar a sua fé como uma gangrena que se espalha rapidamente."!

A pergunta mais importante é:

De onde o corpo governante retirou a declaração crítica de Hoekema?

Note que o corpo governante cita a fonte quando refere-se ao apóstata adventista Desmond Ford.

Mas, cadê a fonte para a citação de Hoekema? Confesso que fiquei frustrado por notar a fonte é omitida.

 

 

Observe que quando a citação do Dr. Hoekema é feita na primeira vez, imediatamente após, a Torre coloca um *. Um leitor desavisado é despistado logo, pois, no pé da página, é indicado um dicionário bíblico trazendo mais uma definição da palavra em foco - e não a fonte da obra do Dr. Hoekema!

 

No início, devido a ausência da fonte da citação de Hoekema, tive quase certeza que isso poderia esconder algo significativo. Qual seria esta fonte misteriosa, que não deveria ser mencionada abertamente? Se a Torre não informa a fonte da citação de Hoekema, por que a fonte da citação dos outros foram documentadas? Um motivo suspeito poderia surgir.

Pesquisando pela web, descobri que Anthony A. Hoekema é autor de vários livros. Quatro deles foram traduzido para o português e três publicados pela Editora Cultura Cristã. Li esses livros e vi várias citações no pé das páginas de um tal livro The Four Major Cults. Entrei em contato com algumas pessoas e tive certeza que The Four Major Cults não foi publicado em português. O que me chamou atenção foi notar que os assuntos que vinham à tona nessas citações diziam respeito a várias denominações, incluindo os Adventistas e as Testemunhas de Jeová.

Um deles é The Four Major Cults [Os Quatro Maiores Cultos ou As Quatro Maiores Seitas]:

 

Quais seriam os quatro maiores cultos, analisados no livro? Estes:

  • Mormorismo

  • Adventistas do Sétimo Dia

  • A Ciência Cristã

  • Testemunhas de Jeová

Verifique o índice de conteúdo deste livro, em inglês. (Entrando no site, note o Menu "Book sections". Clique em "Table of contents". Use a seta direta/esquerda para mudar a página.) aqui

 

Adquirir a publicação

1

2

3

4

Um dos quatro cultos são As Testemunhas de Jeová.

Então, raciocinei: "Bem, já é estranho o corpo governante beneficiar-se das palavras de um anti-TJ... Mas, seria possível que chegassem ao ponto de citar Hoekema direto de suas publicações apóstatas específicas contra cultos diversos, incluindo as TJs?"

Acreditava que isso seria impossível visto que o corpo governante diz a seus membros:

"Seria muitíssimo perigoso raciocinar que ler tal matéria não o afetará. (1 Cor. 10:12) Nutrir a mente com raciocínios apóstatas pode fazê-lo cair vítima de sérias perguntas ou dúvidas. (Tia. 1:15) Não conclua que tem de ler um livro ou um panfleto cheio de calúnias e de meias-verdades para poder refutar falsas afirmações e ensinos de opositores. Tampouco fique tentado pela curiosidade. Lembre-se dos conselhos que Jeová provou em sua Palavra em Romanos 16:17, 18; 1 Coríntios 5:11 e 2 João 9, 10. Se por curiosidade lesse a literatura apóstata, seria como se convidasse um inimigo da verdadeira adoração à sua casa — um desassociado ou dissociado — para se sentar consigo e expor suas idéias apóstatas. Há apenas um lugar apropriado para tal tipo de matéria — jogue-a fora, no lixo!" - Fonte: Nosso Ministério do Reino 1/87, página 2.

Não, não podia crer que os "ungidos de Deus" tivessem lido o livro apóstata de Hoekema e tampouco citado algo dele como alimento sadio em A Sentinela para mim e demais TJs do mundo todo!

Mas eu não tinha provas.

Faltava conseguir o tal livro.

Tempos depois, consegui o livro. E descobri que a seguinte equivalência:

A Sentinela 15/07/97

The Four Major Cults

Página 26, primeira coluna:

Ser purificado é uma tradução infeliz da palavra, visto que o verbo hebraico que usualmente é vertido como purificado [ta·hér] nem é usado aqui.

Ver artigo de A Sentinela

Página 146, parágrafo 1, linhas 7-9:

It is unfortunate that the word came to be translated be cleansed, since the Hebrew verb usually rendered cleansed is not used here at all.

Confira prova no scanner abaixo, em vermelho.

 

 

Página 26, segunda coluna:

Se Daniel quisesse referir-se ao tipo de purificação feito no Dia da Expiação, ele teria usado taheer [ta·hér] em vez de tsadaq [tsa·dháq].

Ver artigo de A Sentinela

Página 146, nota ao pé da página, linhas 5-7:

if Daniel meant to refer to the kind of cleansing which was done on the Day of Atonement, he would have used taheer instead of  tsadaq.

Confira prova no scanner abaixo, em azul.

 

 

 

 

Comprovado! O corpo governante leu matéria apóstata! A declaração de Hoekema é retirada da mesma publicação opositora às TJs!

Ora, se a Torre tivesse identificado a fonte da citação de Hoekema como sendo de um livro opositor às Testemunhas de Jeová, a quais conclusões poderiam chegar os leitores de A Sentinela?

Uma vez que o corpo governante o fez, estabelece-se que:

1

Desde que se oculte a fonte, é permitido ler um livro que contenha crítica às Testemunhas de Jeová.

2

O raciocínio de um declarado opositor às Testemunhas de Jeová será sábio, merecedor de citação e alimento sadio apenas quando a crítica referir-se ao ensino de outras denominações.

Leitor, lembra-se das palavras do corpo governante, citadas mais acima?

"Seria muitíssimo perigoso raciocinar que ler tal matéria não o afetará. (1 Cor. 10:12) Nutrir a mente com raciocínios apóstatas pode fazê-lo cair vítima de sérias perguntas ou dúvidas. (Tia. 1:15) Não conclua que tem de ler um livro ou um panfleto cheio de calúnias e de meias-verdades para poder refutar falsas afirmações e ensinos de opositores. Tampouco fique tentado pela curiosidade. Lembre-se dos conselhos que Jeová provou em sua Palavra em Romanos 16:17, 18; 1 Coríntios 5:11 e 2 João 9, 10. Se por curiosidade lesse a literatura apóstata, seria como se convidasse um inimigo da verdadeira adoração à sua casa — um desassociado ou dissociado — para se sentar consigo e expor suas idéias apóstatas. Há apenas um lugar apropriado para tal tipo de matéria — jogue-a fora, no lixo!"

Ora, tendo em vista que o a liderança consultou matéria de um declarado opositor às Testemunhas de Jeová, seria próprio indagar:

Acaso, a matéria apóstata não "seria muitíssimo perigoso" para os do corpo governante? Ora, isso só seria assim para os membros das congregações? Por que eles não "jogaram fora, no lixo!" como dizem para que os outros façam?

Cadê as respostas, meu amigo?

Testemunhas abram os olhos!

Certa vez, falando sobre outras denominações, o corpo governante publicou na revista Despertai! 22/5/84, página 11:

"O livro Those Curious New Cults (Esses Novos Cultos Extravagantes) explica: “Os jovens começaram a notar a hipocrisia dos mais velhos de forma mais clara do que nunca. Viram a hipocrisia. . . na forma como seus pais brincam com a religião . . . Para todo lugar que olhavam, pareciam ouvir pessoas dizerem uma coisa e fazerem outra.” Os cultos pareciam diferentes. Pareciam oferecer participação significativa — um compromisso genuíno com os preceitos religiosos."

Ora, o mesmíssimo pode ser dito sobre eles!

Poderia destacar outro problema. Note o asterisco ao pé da página.  

Para "ajudar" o entendimento dos adventistas, A Sentinela de julho de 1997 indica o livro "Seja Feita a Tua Vontade na Terra", publicado em 1958, como trazendo uma "explicação arrazoada" para Daniel 8. Entretanto, esta "explicação" atualmente deixou de ser "arrazoada" uma vez que fora substituída por outro esclarecimento, agora trazido no livro "Preste Atenção à Profecia de Daniel!", de 1999. Mas isso é um problema de "luzes" que os vagalumes da Torre estão tentando ainda resolver...